Jornalista que revelou esquema de espionagem dos EUA estará na Conferência Global de Jornalismo Investigativo

glenn-greenwald-the-us-wants-to-destroy-privacy-around-the-world

Glenn Greenwald, repórter do The Guardian que revelou o esquema de espionagemdos Estados Unidos em diversos países, inclusive o Brasil, estará no 8º Congresso de Jornalismo Investigativo da Abraji em outubro, no Rio de Janeiro. Durante sua apuração, Greenwald teve acesso a documentos que comprovam a existência de um programa desenvolvido pela NSA (Agência de Segurança Nacional dos EUA, na sigla em inglês) com poder de acessar e-mails, conversas e navegadores de qualquer indivíduo sem autorização prévia.

A revelação, que no Brasil foi repercutida pelo jornal O Globo, gerou desconforto diplomático entre os dois países levando o Brasil a cobrar explicações dos EUA. Segundo a reportagem, empresas, brasileiros e pessoas em trânsito pelo país podem ter sido espionados pela Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos. Após as revelações, o governo brasileiro pediu urgência na aprovação do projeto do Marco Civil Regulatório da internet e o incluiu na pauta prioritária do Congresso.

Greenwald é colunista sobre liberdades civis e questões de segurança nacional dos Estados Unidos para o Guardian desde agosto de 2012. Ex-advogado constitucional, começou a carreira de jornalista com uma coluna sobre política na revista digital Salon.com e está atualmente trabalhando em um livro baseado em sua investigação sobre a espionagem da NSA. De acordo com a editora responsável pelo livro, a obra irá “conter novas revelações expondo a cooperação extraordinária da indústria privada e as consequências de longo prazo do programa do governo, tanto no mercado interno quanto no exterior.”

Além de Greenwald, também estarão presentes no 8º Congresso o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, Caco Barcellos (TV Globo), Zé Hamilton Ribeiro, Eduardo Faustini (TV Globo), Clóvis Rossi (Folha de S.Paulo), Juan Arias (El País), Hannah Storm, do International News Safety Institute (INSI), Audálio Dantas (autor de “As Duas Guerras de Vlado Herzog”), Mário Magalhães (autor de “Marighella: o guerrilheiro que incendiou o mundo”), Roberto Cabrini (SBT), Miriam Leitão (O Globo), Rubens Valente (Folha de S.Paulo), Juca Kfouri (UOL/ESPN/Folha de S.Paulo), José Paulo Kupfer (O Estado de S.Paulo), Eliane Brum e Thomas Blanton (National Security Archives – EUA).

A Conferência Internacional de Jornalismo Investigativo acontece de 12 a 15 de outubro no prédio da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ) e reúne  o 8o. Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo da Abraji, a 8ª Conferência Global de Jornalismo Investigativo, realizada pela Global Investigative Journalism Network (GIJN) e a 5ª Conferencia Latinoamericana de Periodismo de Investigación (COLPIN), do Instituto Prensa y Sociedad (IPYS).

A inscrição dá direito ao participante frequentar a programação oferecida pelas três organizações.

2 thoughts on “Jornalista que revelou esquema de espionagem dos EUA estará na Conferência Global de Jornalismo Investigativo

    • Olá, Paulo.

      Ele estará no painel Vigilância e sigilo governamental, preliminarmente programada para as 11h da segunda-feira, 14.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *