Faustini: “Quer me matar? Entra na fila!”

Depois de 35 anos de jornalismo, Eduardo Faustini não se arrepende de nenhuma reportagem que fez. Mesmo que, para seguir com o seu trabalho, seja obrigado a se cercar de seguranças e carros blindados 24 horas por dia. Tem vida social restrita e, em casos de urgência, sai do país. Insiste em atender todas as ligações do público, mas ao receber algum envelope ou caixa pelo correio, manda para o raio-x da Rede Globo. Suas matérias vão ao ar aos domingos.

Joaquim Barbosa critica a falta de preparo dos jornalistas na cobertura do STF

Rosental Alves e Joaquim Barbosa (Foto: Olívia Freitas)
O ministro Joaquim Barbosa, presidente do Supremo Tribunal Federal, criticou, nesta segunda-feira (14), a atuação jornalística na cobertura do STF. Segundo ele, a imprensa é monotemática e despreparada para cobrir a pauta. Barbosa participou da Conferência Global de Jornalismo Investigativo, que acontece na PUC-Rio até terça (15). A mesa “Brasil – avanços e retrocessos instituições” também contou com a presença do professor da Universidade do Texas Rosental Alves e do colunista da Folha de S.Paulo Fernando Rodrigues. “Sinto falta de uma cobertura com especialização e profissionalismo.

Projeto Excelências: conheça os parlamentares brasileiros

O que os congressistas brasileiros tentam esconder? Para responder essa pergunta, a ONG Transparência Brasil criou o projeto Excelências, banco de dados que disponibiliza na internet informações sobre parlamentares da Câmara dos Deputados e do Senado para jornalistas e para a população em geral. Em minicurso apresentado na Conferência Global de Jornalismo Investigativo, o jornalista Claudio Abramo, diretor executivo da organização, explicou o projeto e falou sobre a disponibilização de dados da vida pública brasileira. “A política brasileira é um tema rico em informação e pouco explorado”, afirmou. Segundo Abramo,  o governo brasileiro oferece muito mais informações do que a imprensa e o próprio cidadão se dão conta.