Reportagens investigativas recebem prêmios no Theatro Municipal

Não apenas de palestras, cursos e workshops foi feita a 8° Conferência Global de Jornalismo Investigativo. Também houve o momento onde os memoráveis trabalhos de investigação tiveram o devido reconhecimento. O local escolhido para abrigar, na noite desta segunda (14), a coroação das reportagens, foi o  Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

Os vencedores do 2° lugar no Premio Latino-Americano de Periodismo de Investigación, da Gazeta do Povo

Foto: Bruna Caldas

Os vencedores do 2° lugar no Premio Latino-Americano de Periodismo de Investigación, da Gazeta do Povo

A noite iniciou em grande estilo com a homenagem prestada pela Abraji ao jornalista Marco Sá Correa. O autor da reportagem premiada com menção honrosa do Esso em 1977, sobre os detalhes da Operação Brother Sam, foi prestigiado com um vídeo que contou com o depoimento de doze colegas de profissão, dando-nos a dimensão da importância deste jornalista na história da comunicação. Dentre os que participaram da vídeo-homenagem estavam nomes como o colunista Ancelmo Gois, Zuenir Ventura, Miriam Leitão e João Moreira Sales. Nas palavras de Marcelo Moreira, presidente da Abraji, o que foi apresentado era apenas uma pequena parte do trabalho de Marco. “Foram muitas milhares de outras histórias que consagraram Marco Sá Correa”, afirmou.

Entre as apresentações dos músicos Moacir Luz e Carlinhos Sete Cordas, ocorreram três premiações no palco do Municipal: O Premio Latinoamericano de Periodismo de Investigación, o Daniel Pearl Awards for Outstanding Internacional Investigative Reporting e, para encerrar a noite, a entrega do Global Shinning Light Awards 2013.

O Premio Latinoamericano de Periodismo de Investigación chamou atenção pelo número de trabalhos inscritos e a grande quantidade de países participantes. Foram 216 reportagens vindas de 15 países diferentes da América Latina. Deste total, saíram treze finalistas de nações como Brasil, Colômbia, Argentina, Paraguai, Peru, El Salvador, Chile, entre outros.

A reportagem premiada foi publicada no jornal digital El Faro, de El Salvador, e revelou um acordo secreto do governo com líderes de grupos criminosos para reduzir a violência no país. Jornalistas brasileiros da Gazeta do Povo conquistaram o segundo lugar com a série de reportagens intitulada “Polícia Fora do Lei”, que abordava o mau uso do dinheiro público pela Secretaria de Estado da Segurança Pública.

Dando prosseguimento às premiações, o Daniel Pearl Awards for Outstanding Internacional Investigative Reporting, que chegava a sua 12° edição, teve trabalhos inscritos vindos de 86 países. Foram apresentados, na noite desta segunda, seis finalistas e destes, dois vencedores. A reportagem “TB: A menace returns”, do  The Wall Street Journal, ficou com o segundo lugar, com o primeiro lugar, a reportagem “The Black Boxes”, da equipe de jornalistas do Uppdrag granskning.

Os cantores Moacir Luz e Carlinhos sete cordas durante apresentação. Foto: Bruna Caldas

David Kaplan, diretor da Global Investigative Journalism Network, fez o anúncio final do prêmio Global Shining Light, que valoriza o papel desempenhado por jornalistas investigativos em países em desenvolvimento. As reportagens “Shoot to Kill”, do “Sunday Times” da África do Sul, “Azerbaijan’s President Awarded Family Stake in Gold Fields”, da Radio Free Europe em parceria com o Czech Center for Investigative Journalism, e o projeto “Organized Crime and Corruption Report” foram as grandes vencedoras. Sobre as premiações, Marcelo Beraba, diretor da Abraji e membro da comissão julgadora latino-americana, disse com orgulho: “A cada ano as reportagens vêm mostrando mais profundidade, principalmente com o uso de novas tecnologias e investigações com o computador”.

O batuque contagiante do Afroreggae fechou a noite no Theatro Municipal. Os participantes da 8° Conferência Global de Jornalismo Investigativo puderam, após o evento, seguir para uma confraternização realizada no Teatro Odisseia, no bairro da Lapa, região boêmia da cidade. A Conferência, que chega ao fim nesta terça-feira (15), contou com a presença de mais de 1.200 inscritos, o maior evento sobre o tema já realizado.

Texto e foto: Bruna Caldas (4° ano Facha)

Serviço:

Cerimônia de Premiações e Homenagem – Theatro Municipal do Rio

Segunda-feira, 14 de outubro de 2013 – 19h30

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *